segunda-feira, 13 de setembro de 2010

FORA DO GABARITO...

Mais uma semana de trabalho quase ininterrupto no projeto do Formula Vee. De acordo com as observações feitas no chassi # 000, o pessoal de Piracicaba - Eduardo Monis, Francisco Zurk e o Chico Crivellari - partiu para a execução do chassi 001 (que já tem dono, diga-se...).

Foram aperfeiçoadas a junção do eixo dianteiro ao chassi, o montante da direção foi aumentado em altura, assim como o santantonio. A ancoragem da suspensão traseira foi melhorada, adicionados os reforços na lateral do piloto e mais dois sobre o berço do motor além de aumentado o espaço do habitáculo na altura dos ombros. Nova caixa de direção em alumínio billet foi feita pelo Chico, com pouco mais de uma volta de batente a batente e desenvolvido um banco para o piloto.


O chassi saiu do gabarito e receberá agora a mecânica do chassi # 000 para os testes de pista, que serão efetuados logo que o circuito de Piracicaba for liberado das obras do miolo ora em andamento. Pela integridade que o chassi 000 demonstrou nos testes iniciais, não esperamos surpresas inusitadas.

Finalmente, estamos na reta final.

(fotos arquivo E. Monis/Felipe Zullino)

11 comentários:

Zé Clemente disse...

Vai sair um belo resultado disso tudo. Espere e verá. Quando eu acredito numa proposta, tenho razões para isso. Sempre em frente. Abraço

Francis Henrique Trennepohl disse...

S E N S A C I O N A L ! ! !

Maurício Filho disse...

Mestre, acompanhando por aqui pelo Blog FórmulaVeeBrazil, torço pelo sucesso do projeto, mas, agora me sugiu uma dúvida: Nos carros de turismo que acompanho aqui no Rio de Janeiro, nós temos um sistema composto por extintor de incêndio e tubulação de cobre, onde o piloto pode acionar esse sistema e apagar o motor e algum possível início de incêndio dentro do carro. Pergunto, nos fórmula, isso existe? Chave geral ele terá para desligamento pelo lado de fora, num possível socorro em caso de acidente, mas e essa minha dúvida?Peço desculpas pela pergunta tola, caso isso não se aplique a um fórmula.
Um grande abraço do amigo do Rio de Janeiro.

Mestre Joca disse...

Mauricio,

O Fomrula Vee Brazil está sendo construido dentro das norms da FIA que regulam a Formula Libre.

Portanto, o sistem antiincendio é obrigatório e contempla um extintor de 4 kg, a tubulação de cobre e três pontos voltados para o piloto, o tanque e o motor, apesar da pouca capacidade de combustível que é de apenas 20 litros de álcool.

E antes que me perguntem, o tanque é feito de aluminio, com os obrigatórias respiros, tampa de segurança com válvula de retorno e divisões internas.

Mas o que interessa é que finalmente o projeto foi "congelado", tendo sido estabelecidas todas suas especificações. Mudanças, se houverem depois dos testes, serão apenas de detalhes.

Abração,

Maurício Filho disse...

Blz Mestre.
"tá" explicado !
Grande abraço.

regi nat rock disse...

Pô Joca.
Continuo insistindo em querer dar uma de mosquinha e comparecer na próxima visita técnica.

LARRI disse...

Quem será o feliz proprietário do chassi nº 001?

Pé de Chumbo disse...

Juro que quando lí o título do post (fora do gabarito), fiquei preocupado que alguma coisa tivesse dado errado...

Num assusta nóis, Joca!

roberto zullino disse...

O 002 também tem dono.

Francis Henrique Trennepohl disse...

Acho que o chassi 001 deveria ir pra Passo Fundo, lá pra um certo amigo nosso. Ele merece!

Antonio Seabra disse...

Joca,

Concordo que o titulo assustou.
Tambem concordo com o FRancis...

Antonio